sexta-feira, 15 de novembro de 2013

Imprensa Brasileira comete muitos erros nas postagens relacionadas a Turnê da Chiquinha pelo Brasil



    Os portais R7 (“Com aparelho de surdez, Chiquinha surpreende fãs devido às plásticas“) e Terra (“SP: Chiquinha, do ‘Chaves’, faz caras e bocas em divulgação de shows“) confundiram a tradução do bordão da personagem. “Fíjate, fíjate, fíjate” foi traduzido como “Isso, isso, isso!“. Mas este bordão é do personagem Chaves. Na dublagem brasileira, o bordão da Chiquinha é “pois é, pois é, pois é!“. Outros sites, como o do jornal Folha de São Paulo não cometeram o mesmo erro.
   Já o site da revista Caras chamou a dubladora da Chiquinha, Cecília Lemes, de Cecília Neves, na matéria “Chiquinha faz homenagem ao elenco de Chaves em show em São Paulo“. A proximidade de ambas se dá quanto ao personagem, mas Maria e Cecília não são da mesma família. E você aí achando que era só o Ratinho.

Via:  Victor235 / http://vizinhancadochaves.wordpress.com

Chiquinha comenta sobre sua turnê no Brasil pelo Twitter

     A atriz Maria Antonieta de las Nieves, intérprete da Chiquinha, utilizou o Twitter na madrugada desta sexta-feira para comentar sua turnê pelo Brasil, encerrada na última segunda-feira.
Antonieta contou que foi ao Brasil, onde passou por São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre, “o único país da América Latina onde não tinha ido trabalhar”. A atriz disse que o público foi “maravilhoso, me recebeu como aos Beatles e Elvis Presley em sua melhor época”. Ela ressaltou que “nunca em minha carreira havia passado por algo assim”.
     De las Nieves lamentou os problemas com a empresa que lhe contratou para a turnê no país: “Tive muitos problemas com eles. Cabe dizer que Edgar Vivar e Kiko [Carlos Villagrán] foram antes de mim, trabalhando com empresas sérias e também foi maravilhoso para eles”.
A comediante disse também estar admirada com o grande número de fãs do Seu Madruga no Brasil. “Don Ramón tem seu próprio fã-clube, com milhares de camisetas diferentes com sua foto e muitos fãs de meu papaizinho lindo vêm ao México só para conhecer sua tumba”, afirmou. Ela concluiu agradecendo: “Obrigado, Brasil, eu te amo muito!!!”

Via: Fórum Chaves

domingo, 3 de novembro de 2013

Saúde de Roberto Gómez Bolaños ( Chespirito ) é estável, afirmam familiares



A saúde do escritor Roberto Gómez Bolaños, criador das séries Chaves Chapolin, é estável, informaram seu familiares e sua assessoria . As declarações foram dadas após a publicação de notícias dando conta que Chespirito estaria em situação delicada.
Tudo começou com uma nota do Diario Imagen de Quintana Roo, de Cancún, onde mora Bolaños. O site do jornal afirmava que Chespirito se encontrava em estado grave de saúde e que inclusive sua família estaria reunida na casa do escritor, “temendo pelo pior”.E vários veículos mexicanos repercutiram a notícia.
   Entrou se em contato com a assessoria de Chespirito, que declarou que sua saúde “está igual”. Paulina Gómez, uma das filhas de Bolaños, repetiu a informação à revista Quién: “a saúde de meu pai segue igual, a última vez que falei com ele, estava como nos últimos meses. Segue vivendo em Cancún e não tinha conhecimento dessa nota publicada pelo jornal”. Outro familiar, que não quis se identificar, afirmou ao jornal El Universal que Chespirito mantém-se “estável”.
O ator Edgar Vivar, intérprete do Senhor Barriga, também se pronunciou, negando que o amigo Chespirito se encontra em estado grave. Pelo Twitter, Vivar disse: “Roberto Gómez Bolaños se encontra bem, estável, com seus problemas habituais de saúde, porém longe de estar grave. Sem nenhuma outra novidade”.

Via: Fórum Chaves